A Polícia Judiciária Civil esclareceu um crime de latrocínio (roubo seguido de morte) ocorrido na cidade de Rondonópolis . O crime aconteceu na noite de quarta-feira (19) passada, em um bar, no bairro Parque Universitário.

O suspeito Fábio Vital de Oliveira, 27, foi conduzido pela Polícia Militar na madrugada de domingo (21.07), ao Centro Integrado de Segurança e Cidadania (CISC), e reconhecido pelas vítimas como um dos autores de ter praticado o assalto que resultou na morte de uma mulher e ferimento de outra. Segundo as investigações, Fábio é o autor dos disparos de arma de fogo contra as vítimas.

Por estar fora de flagrante, o delegado Gustavo Colognesi Belão, de plantão no CISC, representou pela prisão preventiva no Plantão do Fórum, a qual foi deferida e cumprida ainda no domingo.

Leia também:  Ação integrada prende sete dos envolvidos no sequestro de empresária

As vítimas estavam sentadas todas juntas em uma mesa, comendo espetinho, quando dois suspeitos, sem capacete, chegaram em uma motocicleta Honda 150, preta. Ambos saltaram da motocicleta e o garupa, que portava uma arma de fogo, efetuou um disparo em direção as vítimas que atingiu na cabeça de Nilva Silva de Souza, 25, levando-a morte.

Em seguida, o suspeito anunciou o assalto e foi em direção ao interior do estabelecimento comercial e seu comparsa permaneceu do lado de fora portando uma faca e ameaçando as demais vítimas. Ainda no interior do bar, o suspeito visualizou a segunda vítima correndo para a sua residência, aos fundos do estabelecimento. Ele então efetuou outros quatro disparos, e um deles atingiu-a de raspão na região do peito.

Leia também:  Policial baleado na cabeça melhora; suspeito do disparo é identificado

Segundo declarações de duas testemunhas que também estavam no bar, os suspeitos subtraíram celulares, carteiras, bolsas e valores em dinheiro, ainda não avaliados.

O preso também é acusado de ter cometido outros roubos em Rondonópolis, todos com arma de fogo e praticado com muita violência.

Durante a detenção da PM, o suspeito se identificou com nome falso, porém o delegado Gustavo Belão, ainda na madrugada de domingo, conseguiu identificar a suspeito, através dos arquivos fotográficos da DERF, como sendo Fábio Vital da Silveira.

Participaram do procedimento os investigadores plantonistas do CISC e da DERF e os responsáveis pela detenção foram os Policiais Militares SGT Juliano e SD Bruno, todos coordenados pelo delegado Gustavo Belão e pelo Delegado Regional Henrique de Freita Meneguelo.

Leia também:  Após flagrar traição, marido espanca amante de esposa que fica gravemente ferido
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.