A Polícia Judiciária Civil esclareceu um crime de latrocínio (roubo seguido de morte) ocorrido na cidade de Rondonópolis . O crime aconteceu na noite de quarta-feira (19) passada, em um bar, no bairro Parque Universitário.

O suspeito Fábio Vital de Oliveira, 27, foi conduzido pela Polícia Militar na madrugada de domingo (21.07), ao Centro Integrado de Segurança e Cidadania (CISC), e reconhecido pelas vítimas como um dos autores de ter praticado o assalto que resultou na morte de uma mulher e ferimento de outra. Segundo as investigações, Fábio é o autor dos disparos de arma de fogo contra as vítimas.

Por estar fora de flagrante, o delegado Gustavo Colognesi Belão, de plantão no CISC, representou pela prisão preventiva no Plantão do Fórum, a qual foi deferida e cumprida ainda no domingo.

Leia também:  Três são presos e caminhão com carga de algodão é recuperado em Rondonópolis

As vítimas estavam sentadas todas juntas em uma mesa, comendo espetinho, quando dois suspeitos, sem capacete, chegaram em uma motocicleta Honda 150, preta. Ambos saltaram da motocicleta e o garupa, que portava uma arma de fogo, efetuou um disparo em direção as vítimas que atingiu na cabeça de Nilva Silva de Souza, 25, levando-a morte.

Em seguida, o suspeito anunciou o assalto e foi em direção ao interior do estabelecimento comercial e seu comparsa permaneceu do lado de fora portando uma faca e ameaçando as demais vítimas. Ainda no interior do bar, o suspeito visualizou a segunda vítima correndo para a sua residência, aos fundos do estabelecimento. Ele então efetuou outros quatro disparos, e um deles atingiu-a de raspão na região do peito.

Leia também:  Denúncia | Mãe é presa por maus tratos e quatro são detidos por tráfico de drogas

Segundo declarações de duas testemunhas que também estavam no bar, os suspeitos subtraíram celulares, carteiras, bolsas e valores em dinheiro, ainda não avaliados.

O preso também é acusado de ter cometido outros roubos em Rondonópolis, todos com arma de fogo e praticado com muita violência.

Durante a detenção da PM, o suspeito se identificou com nome falso, porém o delegado Gustavo Belão, ainda na madrugada de domingo, conseguiu identificar a suspeito, através dos arquivos fotográficos da DERF, como sendo Fábio Vital da Silveira.

Participaram do procedimento os investigadores plantonistas do CISC e da DERF e os responsáveis pela detenção foram os Policiais Militares SGT Juliano e SD Bruno, todos coordenados pelo delegado Gustavo Belão e pelo Delegado Regional Henrique de Freita Meneguelo.

Leia também:  Carregadores e 24 celulares são encontrados dentro Freezer em cadeia
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.