Em um amistoso preparatório para a sequência da temporada, Cuiabá e Atlético-PR ficaram no 0 a 0 na noite desta terça-feira, no Estádio Presidente Dutra, no Mato Grosso. A atividade serviu para Ary Marques e Ricardo Drubscky darem ritmo aos titulares. No primeiro tempo, porém, os dois times pecaram nas finalizações. Ermínio, Fernando, Everton e Ederson desperdiçaram chances claras. Depois do intervalo, os dois técnicos promoveram várias mudanças e aproveitaram para observar jogadores pouco aproveitados durante a temporada.

Agora, Dourado e Furacão voltam as atenções para as competições nacionais. O próximo compromisso do Cuiabá será contra o Santa Cruz, às 19h (horário de Brasília) de domingo, no Arruda, pela terceira rodada da Série C. Já o Atlético-PR recebe o Grêmio, às 18h30m de sábado, na Vila Capanema, pela sexta rodada do Brasileirão.

Times pecam na finalização e ficam no 0 a 0

O time da casa, comandado por Ary Marques, tinha força máxima e a mesma escalação dos dois primeiros jogos da Série C. Ou seja, os mandantes entraram em campo com João Paulo; Jackson, Gustavo Bastos, Mirita e Natanael; Jean, Léo Paraíba, Bogé e Fernando; Silas e Erminio. Apesar de jogar em casa, o Cuiabá teve dificuldades para chegar ao gol adversário. Ermínio e Fernando tentaram surpreender Weverton, mas ficaram no quase. Nos minutos finais do primeiro tempo, os mandantes até tentaram exercer uma pressão, também sem sucesso.

Leia também:  União volta a campo precisando vencer o Dom Bosco

O Atlético-PR, diferente do Cuiabá, estava desfalcado. Além de seis lesionados, Ricardo Drubscky não contava com os poupados Manoel, Elias e Paulo Baier. Com isso, o time tinha Weverton; Jonas, Luiz Alberto, Rafael Zuchi e Juninho; Bruno Silva, João Paulo, Zezinho, Felipe e Everton; Ederson. Mas, já aos 12 minutos, o técnico rubro-negro teve que mexer: Rafael Zuchi por Dráusio. Apesar das baixas, os visitantes criaram mais lances de perigo. Porém, Ederson (logo no primeiro minuto), João Paulo (em cobrança de falta) e Everton (duas vezes) erraram o alvo. Por fim, no lance de maior perigo da etapa inicial, aos 43, Everton recebeu passe de Ederson e acertou a trave.

Leia também:  Em poucas horas, aproximadamente 25 acidentes são registrados em Cuiabá

Muitos testes; pouco futebol

Tanto Ary Marques quanto Ricardo Drubscky mudaram os times na volta para o segundo tempo. No Cuiabá, Igor, Thiago Santos e Vandinho entraram. Já no Atlético-PR, Renato Chaves, Carlos Alberto, Marcelo e Marcão ganharam uma oportunidade. Logo depois, Santos e Fran Mérida também foram a campo. Aos nove minutos, os rubro-negros chegaram a balançar as redes. Marcão finalizou para o gol, mas o árbitro Danilo Alves de Campos assinalou toque de mão do meia Zezinho no lance. Com tantas mudanças, as duas equipes caíram de produção.

Os dois times, de forma desorganizada, buscaram o gol da vitória. Os comandados de Ary Marques assustaram com Vandinho, que parou no goleiro Santos, e com Igor, que acertou o travessão. Já os visitantes tentaram surpreender em lances de contra-ataque, principalmente com Marcos Guilherme e Marcelo. O time paranaense, porém, não teve nenhuma chance clara. No fim, tudo igual em Cuiabá: 0 a 0. Para o Dourado, um bom teste visando a Série C. Já para o Furacão, um “sinal amarelo” para a sequência do Brasileirão.

Leia também:  União faz neste sábado primeiro jogo da final do sub-19

Cuiabá:
João Paulo; Jackson (Veloso), Gustavo (Reinaldo), Mirita e Natanael (Fabinho); Jean (Vandinho), Léo Paraíba (Thiago), Bogé (Renan) e Fernando; Silas (Igor) e Erminio (André).

Atlético-PR:
Weverton (Santos); Jonas, Luiz Alberto (Marcos Guilherme), Rafael Zuchi (Dráusio) e Juninho (Renato Chaves); Bruno Silva, João Paulo, Zezinho (Fran Mérida), Felipe (Marcão) e Everton (Marcelo); Ederson (Marcelo)

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.