O “festival” de pneus furados no GP da Inglaterra, no fim de julho, não deve mais se repetir. A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) permitiu a presença de titulares no teste de jovens pilotos em Silverstone para que eles ajudassem na avaliação dos novos pneus da Pirelli, desenvolvidos para evitar episódios como o ocorrido na pista britânica. E nenhuma falha como a ocorrida anteriormente foi presenciada. Os pneus possuem uma estrutura inspirada nos usados na temporada passada, com uma cinta de kevlar (material ultra resistente usado em coletes a prova de balas) em substituição ao aço. Felipe Massa foi um dos titulares que participou da semana de testes. Uma das vítimas de pneu furado naquela ocasião, o brasileiro da Ferrari acredita que os novos compostos são mais confiáveis.
– Em termos de construção e segurança estão melhores. Em três dias, não tivemos nenhum problema. Não houve estouros nem furos como tínhamos visto nas corridas – disse Massa, sexto mais veloz no último dia de atividades.

Leia também:  Colorado perde e precisa reverter diferença de dois gols

Dono do tempo mais rápido da semana na Inglaterra, Vettel também acredita que o problema esteja resolvido.
– Foram três dias, pilotos diferentes em carros diferentes e nenhuma falha. Isso é bom. E em condições ainda era piores que em um GP, provavelmente mais quente – analisou o tricampeão mundial da RBR.

Além de Massa e Vettel, outros titulares a participarem da atividade foram: Pastor Maldonado (Williams); Adrian Sutil e Paul di Resta (Force India); Daniel Ricciardo (RBR e STR) e Jean-Eric Vergne (STR); Nico Hulkenberg (Sauber) Giedo van der Garde e Charles Pic (Caterham), Jules Bianchi e Max Chilton (Marussia). O venezuelano da Williams concordou com os companheiros de profissão.
– Acho que devemos caminhar juntos e acreditar na Pirelli agora. Eles sabiam onde estava o problema e resolveram – disse Maldonado.

Leia também:  Adversário do União aposta em retrospecto do Mineiro, no Pato Loco e em ex-meia do Santos

Diretor esportivo da Pirelli, Paul Hembery se mostrou satisfeito com o resultado da atividade:
– Acreditamos que todos atingiram os seus objetivos nestes três dias em Silverstone. Do nosso ponto de vista, aproveitamos ao máximo esta oportunidade, para coletar dados que nos ajudarão a entender melhor as necessidades das equipes de Fórmula 1 no futuro. Embora os simuladores modernos sejam extremamente avançados, ainda há algumas coisas que você só pode descobrir apenas se correr em uma pista com um carro bom. Por isso, gostaria de agradecer a todas as equipes e os órgão de gestão pela sua cooperação em nos ajudar a atingir este objetivo – concluiu.
Os pilotos voltam a guiar com os novos pneus Pirelli, dessa vez para valer, no próximo fim de semana, no GP da Hungria. Os treinos livres começam a partir de sexta-feira. O treino classificatório de sábado e a corrida, no domingo, estão marcados para as 9h (de Brasília).

Leia também:  União perde em casa e dá adeus ao sonho da Série C
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.