A artesã Neulione Alves Gomes, que foi escolhida como uma das representantes de Mato Grosso pela ONU. Foto: Varlei Cordova/AGORAMT
A artesã Neulione Alves Gomes, que foi escolhida como uma das representantes de Mato Grosso pela ONU. Foto: Varlei Cordova/AGORAMT

A artesã Neulione Alves Gomes, que foi escolhida como uma das representantes de Mato Grosso pela ONU(Organização das Nações Unidas) para apresentação dos trabalhos, também colocou os trabalhos a mostra durante o 1 Encontro Nacional de Violeiros de Alto Taquari.

As peças, que sempre retratam a cultura indígena, estão sendo vendidas pela artesã durante as noites do encontro.

Neulione, que realiza este tipo de trabalho há 20 anos, é casada com um indígena e mora na aldeia Umutina, e por isso ilustra com riqueza de detalhes as peças tradicionais. O cacar índigena foi uma das peças escolhidas pela ONU para a exposição que acontece no dia oito de setembro em Nova York.

Leia também:  Fórum critica projeto de lei nocivo à população e ao meio ambiente

Apesar das dificuldades, ela afirma que tem tido um grande apoio da Secretaria de Indústria e Comercio de Minas e Energia (Sicme).

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.