Entre os 57 países analisados, o Brasil tem o quinto Big Mac mais caro -Noruega e Venezuela lideram.
Entre os 57 países analisados, o Brasil tem o quinto Big Mac mais caro -Noruega e Venezuela lideram.Foto Ilustrativa

Apesar da valorização de 11% do dólar ante o real neste ano, o Big Mac brasileiro continua entre os mais caros do mundo segundo levantamento da revista “The Economist”.

Em dólar, o Big Mac custa US$ 5,28, mais caro que nos EUA, onde sai por US$ 4,56, o que indicaria que a moeda brasileira está mais valorizada do que a norte-americana.

Entre os 57 países analisados, o Brasil tem o quinto Big Mac mais caro -Noruega e Venezuela lideram.

Para conter a queda do real, o BC decidiu ontem tirar as exigências para que empresas baseadas no Brasil captem recursos no exterior com companhias do mesmo grupo empresarial.

Leia também:  Confira as vagas de emprego desta segunda (19/03/18) em Rondonópolis

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.