Durante treinamento, David se mostra animado com o novo braço biônico (Foto: Reprodução/TV TEM)
Durante treinamento, David se mostra animado com o novo braço biônico (Foto: Reprodução/TV TEM)

Após perder o braço direito enquanto andava de bicicleta pela avenida Paulista, há quatro meses, David dos Santos Souza, de 21 anos, esteve nesta terça-feira (16) em Sorocaba (SP) para terminar o treinamento com a prótese que ganhou de um empresário da cidade. De acordo com o fisioterapeuta de David, Anderson Nolé, ainda esta semana, ele irá receber definitivamente o braço biônico.

Desde que recebeu alta do hospital, após o acidente, há quatro meses atrás, David faz testes para chegar à prótese ideal. A escolhida é biônica, que custa mais de R$ 300 mil e funciona por meio de comandos cerebrais. O equipamento já está montado e agora só falta o novo dono se adaptar aos movimentos da prótese.

Leia também:  Dentista e agente funerário são presos por falsificarem atestado de óbito em MS

“A gente tem que fazer a reabilitação completa, porque o paciente precisa dominar o sistema para poder dominar a prótese. Ele tem que reaprender a fazer tudo que ele fazia antes só que com o braço biônico”, explica o fisioterapeuta Anderson Nolé.

A boa adaptação de David é motivo de alegria para o empresário que doou a prótese, Nelson Nolé. “Todo mundo podia doar um pouquinho, por que não? É só colocar a mão na consciência e ver que existem milhares de pessoas com necessidades e é muito importante ajudar”, desabafa o empresário, que recebeu um aperto de mão de David durante o treinamento com a prótese.

David tem muitos planos para o braço novo. “Dirigir um carro vai ser bom. A gente tem que sonhar alto mesmo, senão a gente não consegue correr atrás”, conta o animado David, durante a sessão de treinamento com a prótese.

Leia também:  Medicamento para tratar microcefalia é acrescentado entre os remédios do SUS

A prótese do jovem ainda precisa de acabamento e vai ganhar uma espécie de luva de silicone que imita a mão humana. Além disso, o novo braço vai ter uma tatuagem. A estampa escolhida é de caveira, que brilha no escuro.

Entenda o caso
David perdeu o braço em março deste ano, depois de ter sido atropelado por um carro dirigido por um estudante de psicologia. O motorista, com suspeita de embriaguez, além de ter fugido sem prestar socorro ainda arremessou em um córrego o braço de David, que havia ficado no pára-brisa do veículo.

Alex Kosloff Siwek está solto. Em junho, a Justiça concedeu uma liminar que garante a liberdade para o motorista. De acordo com a determinação, ele irá cumprir medidas cautelares e terá que comparecer em juízo sempre que for convocado. A carteira de habilitação de Alex segue suspensa até o fim das investigações.

Leia também:  Câncer de Marcelo Rezende avança e jornalista tem falência múltipla de órgãos decretada
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.