Aumento do efetivo das polícias em Rondonópolis, inauguração do Ciosp (Centro Integrado de Operações de Segurança Pública), que visa a integração das ações de comunicação e inteligência das polícias; e a implantação no município do projeto piloto das tornozeleiras eletrônicas, para serem usadas por reeducandos da Mata Grande que obtiverem o direito ao regime semiaberto. Estas serão as principais reivindicações que serão apresentadas, em audiência no Palácio Paiaguás, às 9 h desta terça-feira (23), ao governador Silval Barbosa e a cúpula da segurança pública do Estado, por uma comitiva de Rondonópolis, que será composta pelo prefeito Percival Muniz, vereadores e representantes da sociedade civil organizada.

A audiência com o governador Silval Barbosa e a cúpula da segurança pública estadual deverá contar também com as presenças do responsável pelo Gabinete de Apoio à Segurança Pública, Anderson Rocha de Souza, dos deputados estaduais que têm representatividade na cidade e vereadores. Esta audiência será uma oportunidade para mostrar ao governador a necessidade de se implementar ações para reverter a situação crítica da segurança pública vivenciada no município.

Leia também:  Justiça determina liminar de desocupação de Edifício em Rondonópolis

“São muitas as questões a serem tratadas nesta audiência, na qual pretendemos com números, dados que demonstram o crescimento da criminalidade e da sensação de insegurança e bem estar vivenciados por todos nós”, disse Anderson, acrescentando que está otimista quanto aos resultados que serão obtidos com esta reunião. “Esta união do poder público e a sociedade civil organizada é importante, pois demonstra a mobilização da sociedade rondonopolitana – que na audiência estará representada pelo Prefeito Percival, bancadas de vereadores e deputados e representantes de entidades e clubes de serviços – contra a criminalidade e, com certeza, ajudará a sensibilizar o governador sobre a necessidade imediata implantação do Ciosp, bem como outras melhorias estruturais como aumento do efetivo e de viaturas, por exemplo”, citou Anderson.

Leia também:  Corrida Solidária contribui com Lar dos Idosos em Rondonópolis

Ele explica que o projeto do Ciosp será um reforço nas ações de combate à criminalidade, pois irá integrar num mesmo local as ações de controle, comunicação e inteligências das polícias e setores da segurança. Junto ao Ciosp, também, irá funcionar a central de monitoramento imagens das câmeras de vigilância.

“Vamos aproveitar esta reunião com o governador para, ainda, reivindicar a vinda para cá das tornozeleiras eletrônicas, para serem usadas por reeducandos da penitenciária Mata Grande que obtiverem o direito ao regime semiaberto; além de entregar a Carta de Rondonópolis, um diagnóstico da situação preocupante da segurança no município e de sugestões para barrar o crescimento da criminalidade e devolver aos cidadãos rondonopolitanos a sensação de segurança”, completou Anderson.

Leia também:  Obras de duplicação | BR-364 deve ficar totalmente interditada nesta sexta-feira (15)
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.