Em alguns grupos os criadores das páginas alertam quanto a negociação - Foto: Reprodução/ Facebook
Em alguns grupos os criadores das páginas alertam quanto a negociação – Foto: Reprodução/ Facebook

É possível notar nas redes sociais o aumento nos números de grupo de compra e vendas. Em Rondonópolis mais de 10 grupos já estão na rede e qualquer pessoa pode participar, em alguns casos é necessário apenas que o fundador do grupo aceite a pessoa.

O problema é que as negociações são feitas diretamente entre o comprador e o vendedor e por isso é necessário muita atenção por parte de ambas as partes.

Há algumas semanas dois jovens foram presos por roubos na cidade, e segundo informações repassadas por participantes do grupo eles frequentemente postavam anuncio de vendas de celulares na página.

De acordo com o Comandante do 5º Batalhão de Polícia Militar, Major Sandro Barbosa, a pessoa que quer comprar um objeto deve ter certeza da procedência dele, caso contrário, se o produto for objeto de roubo ou furto o comprador pode ser preso por receptação. Outro problema grave é que a venda pode se tratar de um golpe. De acordo com o Major, ainda não houve registros deste tipo de ocorrências, mas ao marcar um encontro para entregar o dinheiro da compra  pode ser que o comprador seja roubado pelo suposto vendedor que poderia estar usando um perfil falso. “Este tipo de compra é muito arriscado, a pessoa pode cair em golpe” afirmou ele.

Leia também:  Homem é esfaqueado e morre tentando pedir ajuda de vizinhos; esposa é suspeita
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.