A Delegacia Especializada de Defesa da Mulher (DEDM) de Rondonópolis, investiga por mês mais de 50 inquéritos de crimes contra a mulher, mas nenhum dos casos são ligados a investigação de assassinatos contra as mulheres.

Divina Aparecida Vieira, delegada titular da DEDM, explicou que por lei já é assim. “Qualquer crime contra a vida, chegando a ser consumado, é de competência da Delegacia de Homicídios, indiferente se a vítima for mulher”, falou.

A Delegada ainda ressaltou que em média mensal são feitos mais de 30 termos circunstanciado, onde obriga o acusado a ficar longe da vítima. Divina também mostrou que só no mês passado (Junho), a DEDM recebeu mais de 250 Boletins de Ocorrências relacionados á violência contra a mulher.

Leia também:  Jovem sofre tentativa de homicídio no Jardim Atlântico
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.