As Escolas Estaduais de Mato Grosso realizam, no próximo dia 9 de agosto, o dia D da Educação Básica. Professores, funcionários, alunos, pais e comunidade em geral de cada uma das 739 unidades de ensino vão passar o dia em estudos e debates sobre a qualidade da educação ofertada. Ao final, devem apresentar propostas de melhorias.

De acordo com a secretária adjunta de Políticas Educacionais da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), Ema Marta Dunck Cintra, o dia D trata-se de um momento de reflexão e discussão interna dos pontos positivos de cada escola, bem como da identificação das deficiências e proposição de metas para solução, “tendo como foco principal a busca da qualidade social do ensino”.

Leia também:  Policial baleado em resgate de empresária sequestrada passa por cirurgia

Para dar suporte às unidades, a Seduc elaborou uma ‘carta com orientações’ sobre os temas que devem ser tratados no dia 9. O orientativo contém sete pontos. Entre eles ‘a necessidade das comunidades escolares socializarem dados sobre alfabetização dos alunos de cada Ciclo (infância, pré-adolescência e adolescência), do Ensino Médio e Educação de Jovens e Adultos (EJA)´.

Também devem permear o dia D a divulgação da série histórica dos indicadores de promoção (aprovação), reprovação (retenção), abandono (do Ensino Fundamental e Médio), IDEB (proficiência e fluxo), e alunos que ingressaram no Ensino Superior, bem como a apresentação do trabalho desenvolvido por projetos como o Escola Aberta, Mais Educação, Sala do Educador, entre outros. “O dia 9 de agosto tem que ser um dia de destaque para o que as escolas realizam de bom, de estudos com definição de metas para superação dos problemas e também um dia de assumir compromissos”, disse Ema Marta ao lembrar que no final das atividades as unidades devem elaborar uma ‘carta de responsabilidades’.

Leia também:  Aumenta consumo de combustíveis em MT

No documento, que deve ser enviado à Seduc até o dia 13 de agosto pelo email [email protected], todos devem se comprometer com o alcance das metas, na garantia do direito às aprendizagens.

A secretária destaca ainda que durante o dia D os educadores dos 15 Centros de Formação e Atualização dos Profissionais da Educação (Cefapros), assim como os assessores pedagógicos, vão estar mobilizados no apoio às escolas. Profissionais da área pedagógica da Seduc também estão incumbidos de visitar as unidades de Cuiabá e Várzea Grande para auxiliar o trabalho coletivo junto com as comunidades.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.