Edward Snowden, ex-funcionário da CIA que denunciou monitoramento de informações (Foto: Reprodução Globo News)
Edward Snowden, ex-funcionário da CIA que denunciou monitoramento de informações (Foto: Reprodução Globo News)

 

O Ministério das Relações Exteriores afirmou nesta terça-feira (2) que o Brasil recebeu pedido de asilo de Edward Snowden, ex-funcionário da CIA que delatou um sistema secreto de monitoramento de informações pessoais no qual o governo americano teria acesso direto a servidores de nove grandes empresas de internet.

A assessoria do Itamaraty informou que “no momento, não há intenção de responder” o pedido de Snowden, que é procurado pelas autoridades norte-americanas.

Ainda de acordo com o Itamaraty, o pedido de asilo foi feito à embaixada russa em Moscou. Snowden esta na área de trânsito do aeroporto da capital russa.

Comunicado publicado no site “Wikileaks” diz que no domingo Snowden encaminhou às embaixadas de 21 países em Moscou o pedido de asilo.

Leia também:  Venezuelanos enfrentam fila para obter visto e cruzar fronteira para entrar no Brasil

Além do Brasil, o Wikileaks informou que os pedidos teriam sido feitos também para China, França, Irlanda, Áustria, Islândia, Bolívia, Cuba, Finlândia, Alemanha, Índia, Itália, Holanda, Nicarágua, Polônia, Espanha, Suíça e Venezuela, além de Equador, Rússia e Noruega, que confirmaram ter recebido o pedido.

Snowden está na área de trânsito do aeroporto de Moscou.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.