Com menos de um dia completo de trabalho no São Paulo, o técnico Paulo Autuori disse que já chamou o meio-campista Paulo Henrique Ganso para uma conversa e que o próprio jogador admitiu seu baixo rendimento. Autuori comandou na manhã desta sexta-feira seu primeiro treinamento no clube depois de ser apresentado oficialmente na última quinta. Para o treinador, sua melhora depende apenas do próprio jogador.

“Ele é diferenciado, jogando aquilo que sabe e pode é um privilégio para a equipe, mas depende muito dele. Por isso tivemos uma conversa boa, estou otimista que ele possa dar uma resposta rápida, assim como toda a equipe, mas claro que as coisas tem que ser duradouras. Não adianta melhorar e retroceder”, falou.
Autuori voltou a dizer que o meia precisa aliar competitividade e talento para render. disse ainda que a melhora do time passa pela melhora do camisa oito.”O Ganso é talento e talento tem que jogar. Acho que o Ganso é inteligente para entender isso, assim como os outros jogadores, que além de ser jogadores são competidores. A qualidade técnica só não é suficiente. Às vezes um de qualidade técnica melhor, se estiver bem preparado, leva vantagem”, explicou.

Leia também:  Apresentador passa mal "ao vivo" em Lucas do Rio Verde

O novo comandante ainda afirmou que vai repetir a tática do bate papo com outros atletas do elenco são-paulino. E que o foco não será só futebol, mas possíveis problemas enfrentados na vida particular.“Vou ter uma conversa com todos jogadores individualmente”, falou.

O técnico, apesar de tudo, disse que ainda não é possível notar uma mudança no elenco em função de sua chegada e seu dedo na equipe. “Muito pouco tempo, é até perigoso você querer passar alguma coisa com tão pouco tempo. A gente tem que retomar. Estamos desafiados a dar uma resposta positiva”, finalizou.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.