Sem conseguir acordo com o PPS, a presidente em exercício do PMN, Telma Ribeiro, deu um ‘basta’ em uma reunião realizada neste domingo (28), entre integrantes do partido. Eles decidiram cancelar a fusão com o PPS, que criaria o partido MD (Mobilização Democrática).

A coluna Bastidores já havia informado que a legenda aguardava a conferência para decidir o futuro político da união das siglas. (Leia Aqui)

Telma Ribeiro afirmou durante a reunião após desavenças sobre “timing” e sobre cargos nos diretórios regionais resolveram desistir da fusão. “O PMN não quer ficar refém à espera de que políticos decidam se vão para o MD”, finalizou.

Advertisements
Leia também:  OAB quer quebra de sigilo em delação de Silval

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.