Normalmente é Messi quem dribla jornalistas e torcedores e entra pela porta de trás no centro de treinamento do Barcelona. Mas, nesta segunda-feira de manhã, o argentino passou normalmente pela entrada principal, e foi Neymar que quase ninguém viu. Enquanto seus novos companheiros desfilavam na chegada ao clube, o novo camisa 11 caminhava pelos fundos, sozinho e escondido. E quando todos os torcedores ainda tinham uma esperança de vê-lo passar, o craque já estava dentro do complexo, calçando as chuteiras para seu primeiro treino com a nova camisa.
Mas, poucos minutos depois de 9h (horário local), a longa espera dos fãs no portão teve a sua recompensa. O craque apareceu duas vezes. Na primeira, passou de um lado ao outro do CT vestindo uma calça preta e uma camiseta branca do seu patrocinador de material esportivo. O ex-jogador do Santos não acenou, mas esboçou um sorriso bem de longe. Cerca de 20 minutos depois, levou a criançada à euforia ao, enfim, passar bem perto da porta de entrada. Os seguranças tiveram de agir, porque os torcedores pareciam querer correr na direção do novo ídolo.

Leia também:  União vai enfrentar o Dom Bosco na Arena pelo Sub-19

– Ele vai passar por aqui, porque terá de ir no centro médico. Certeza que passa por aqui – decretava um dos fãs com o resto do grupo que estava muito bem informado sobre o passos dos jogadores do Barcelona.
Assim foi. Os dez jogadores que disputaram a Copa das Confederações pelas seleções da Espanha e do Brasil se juntaram ao resto dos atletas e passaram para o centro médico para os habituais exames de início de temporada. Iniesta, Fabregas, Jordi Alba… Depois Piqué cruzou o local correndo e falando ao celular. Após alguns minutos, passou Xavi, caminhando lentamente sozinho e, por último, o mais esperado: Neymar, ao lado do lateral brasileiro Daniel Alves, pela primeira vez com o uniforme de treinamento do Barcelona. O camisa 11 foi receptivo, acenou e sorriu para os fãs que gritavam o seu nome.

Leia também:  Estreia de Pelé pela seleção brasileira completa 60 anos

– Sou torcedor do Real Madri, mas também gosto do Barcelona. Vim aqui de propósito com a camiseta do Neymar só para pegar autógrafo e esperava pelo menos um tchau – disse Joan de 13 anos.
Já os dois primos Álvaro e Alejandro, de 13 e 15 anos, vieram de Andaluzia passar uma semana em Barcelona só para assistir à estreia do craque no Camp Nou.
– Neymar e Iniesta são os meus jogadores preferidos. Viemos aqui só para vê-lo, estou triste, porque ele nem passou aqui como os outros – reforçou o coro Alejandro, que também vestia a camisa de Neymar Jr. com o número 11.
No campo de treinamento, Neymar entrou apressadamente com Daniel Alves e, com o resto dos jogadores já reunidos no centro do gramado, ouviu as primeiras palavras do novo técnico Gerardo “Tata” Martino.

Leia também:  Título da Champions pode fazer CR7 alcançar Messi

Depois de alguns minutos, o argentino comandou um treino leve para os jogadores que participaram da goleada do Barcelona sobre o Valerenga por 7 a 0 no último sábado. Neymar e os outros que se reapresentaram nesta segunda, voltaram a fazer os exames médicos.

Às 19h (horário local), o brasileiro volta ao centro de treinamento para o segundo período de trabalho na nova equipe.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.