O Festival Histórico de Goodwood, na Inglaterra, sempre tem momentos marcantes todos os anos. Desta vez, um brasileiro foi o astro. Após um convite da BMW em maio, Nelson Piquet voltou ao cockpit da Brabham BT52, com o qual obteve o bicampeonato da Fórmula 1 em 1983. Projetado pelo gênio Gordon Murray, o modelo tinha a traseira larga para compensar a pressão aerodinâmica perdida pela proibição do efeito-solo, com um motor era um BMW turbo de 1,5 litros e potência de 850 cavalos. Naquele ano, o brasileiro conquistou o último título da tradicional equipe, que pertencia a Bernie Ecclestone, na F-1.
Piquet, de 61 anos, não pilotava este carro há 10 anos. A última vez foi também no Festival de Goodwood, em 2003. Atualmente, este BT52, chassi número 1 daquele ano de 1982, fica no museu da BMW, na Alemanha e recentemente passou por uma enorme restauração sob o comando da marca alemã. Outra marca importante deste modelo: foi o primeiro equipado com motor turbo a vencer um campeonato na década de 1980.

Leia também:  Judoca brasileira vence adversária com 11 segundos e se torna a bicampeã mundial
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.