Foto: arquivo/  AGORA MT
Foto: arquivo/ AGORA MT

O prefeito Percival Muniz (Sem partido), o senador Jayme Campos (DEM) e os deputados Nilson Leitão (PSDB), Julio Campos (DEM), Dilmar Dal Bosco (DEM) e o vice-prefeito Rogério Salles (PSDB) se reuniram na segunda-feira (8), para discutir sobre a união da oposição para as eleições de 2014 em Mato Grosso.

PSDB, DEM e o antigo PPS (agora MD) estão bem pertos de fechar coligação e devem se unir ao PDT que provavelmente lançará Pedro Taques ao governo. Nas campanhas municipais de 2012, o senador Pedro Taques veio várias vezes prestar apoio a candidatura de Percival, e isso já é um forte indício de que ele retribuirá a ‘gentileza’.

O PSDB deve ficar com o vice e o DEM deve emplacar Jayme como candidato à reeleição. As três siglas vão encaminhar conversações com PTB e também o PSD.

 

Leia também:  Suelme confirma saída do PSB
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.