A família real belga, da esquerda para direita: rainha Paola, o rei Albert II, príncipe Philippe e a princesa Mathilde. (Foto: Geert Vanden Wijngaert / AP Photo)
A família real belga, da esquerda para direita: rainha Paola, o rei Albert II, príncipe Philippe e a princesa Mathilde. (Foto: Geert Vanden Wijngaert / AP Photo)

A Bélgica tem um novo rei a partir deste domingo (21): o rei Albert II, de 79 anos, abdicou do trono em favor de seu filho, Philippe. O novo monarca, de 53 anos, prestou juramento na capital, Bruxelas, e é o sétimo rei belga.

Philippe vai ter o desafio de tentar diminuir a tensão no país, cada vez mais dividido. O reinado de Albert II foi marcado por duas grandes crises políticas entre flamengos e francófonos.

Milhares de belgas se reuniram em torno da Catedral de San Miguel e Santa Gúdula, assim como do Palácio Real, para se despedir de Albert e Paola, e dar as boas-vindas a Philippe e Mathilde.

Com bandeiras tricolores da Bélgica (negro, amarelo e vermelho) e com gritos de “viva o rei”, a população recebeu Albert II e Paola na saída da missa “Te Deum” realizada na catedral bruxelense.

Leia também:  Príncipe aposta em jogo de cassino e perde 5 esposas e US$ 350 milhões no Egito

O rei Albert II assinou o ata de abdicação de seu reinado às 6h45 (horário de Brasília) em presença do príncipe herdeiro, assim como do primeiro-ministro, o socialista Elio di Rupo, e da ministra da Justiça, Annemie Turtelboom.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.