Os nutricosméticos podem ser encontrado em pílulas ou em líquido  - Foto: Getty Images
Os nutricosméticos podem ser encontrado em pílulas ou em líquido – Foto: Getty Images

 

A ideia de comer algo que nos faça mais belas não é nova. Porém, cada vez mais mulheres estão recorrendo a pílulas anti-idade ao invés de depositar suas esperanças em cremes. Segundo o jornal Daily Mail, foi no ano passado que a indústria dos nutricosméticos, suplementos alimentares em forma de cápsula ou bebida que prometem melhorias na beleza, decolou.

Ao invés de ser vendido em lojas de produtos naturais em frascos discretos, os novos produtos têm design elaborado e são vendidos em supermercados, drogarias e perfumarias. As empresas conhecidas por cremes faciais também passaram a investir em produtos que ofecem tratamentos de beleza de dentro para fora.

Leia também:  Aprenda dicas rápidas para uma maquiagem perfeita

Algumas marcas defendem que as pílulas incentivam a produção natural de colágeno, melhorando a estrutura e firmeza da pele. A partir dos 30 anos a produção do colágeno começa cair chegando a ser 40% menos aos 55 anos. E menos colágeno significa flacidez e rugas.

Outros suplementos focam em antioxidantes de alta resistência, como astaxantina (encontrado em crustáceo), licopeno (encontrado em tomates) ou resveratrol (extraída a partir de uvas). Eles ajudam a neutralizar os efeitos dos radicais livres, moléculas instáveis ​​das células que ajudam a acelerar o processo de envelhecimento. Além disso, a astaxantina e o licopeno ainda ajudam a proteger a pele de raios ultravioletas e o resveratrol retarda os efeitos do envelhecimento.

Alguns produtos contêm ainda ceramidas (que ajudam a pele a reter a umidade) e ácido hialurônico, alegando que eles podem ajudar a melhorar o aspecto geral da pele e suavizar rugas.

Leia também:  Quatro sapatos confortáveis para ir a um casamento

O conselho, no entanto, é investir apenas em marcas que oferecem resultados comprovados para seus produtos. “A maioria das pesquisas é muito restrita ou usa métodos incomuns para medir resultados”, defende a dermatologista Sam Bunting.

Recentemente a revista New Scientist divulgou uma pesquisa sobre os suplementos DoveSpa realizado com cerca de 500 mulheres. O estudo apontou uma redução de rugas profundas de 30% entre as usuárias do produto. As pílulas possuem isoflavonas de soja, que agem sobre os receptores e estrogênio para estimular a produção de colágeno, e ácidos graxos ômega-3, que também teriam efeito sobre um gene envolvido com o controle dessa proteína.

“Vejo as pílulas de pete como um complemento potencialmente útil para a rotina de beleza, desde que use ingredientes ativos cuidadosamente pesquisados. Esses produtos podem ajudar a prevenir rugas e linhas de expressão. No entanto, precisamos de melhores dados a longo prazo para saber quais efeitos visíveis podem realmente ter impacto nos sinais de envelhecimento pré-existentes”, disse Sam.

Leia também:  Batons nude e de cores fortes marcam a maquiagem durante o inverno | Moda e Beleza

 

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.