O prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes (PSB), anunciou ontem (17) a demissão de dez servidores que foram acusados de envolvimento na fraude tributária deflagrada pela Operação Impostor. Mendes conta que teve o cuidado de examinar o relatório final da comissão disciplinar e não restou dúvida quanto ao envolvimento dos acusados em crimes contra a administração. “Pelo tempo em que eles estiveram atuando de forma sistemática e os crimes tipificados, decidi pela pena máxima, que é a demissão de todos”, explica o prefeito.

Advertisements
Leia também:  Grupo de Fagundes vai comandar rádio

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.