Segundo levantamento divulgado pela Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo), com base nos licenciamentos registrados pelo Renavam, foram emplacadas 64.200 motocicletas na primeira quinzena de julho, correspondendo a uma queda de 2,3% em comparação com o mesmo período de 2012 (65.742). Sobre o mês anterior, houve um recuo de 3,5%, com 66.534 unidades.

Com 11 dias úteis de vendas, o período apresentou uma média diária de 5.836 motocicletas comercializadas, o que corresponde a menos 12% em relação a junho (6.653 unidades), que teve um dia útil a menos.

“As vendas mostram uma retração entre as quinzenas iniciais de junho e julho, decorrente da manutenção da alta seletividade na concessão de financiamentos. Todavia, também é preciso considerar os impactos do feriado prolongado de 9 de julho, especificamente no Estado de São Paulo, um mercado significativo, que certamente teve influência nos resultados nacionais. Considerando-se o ritmo diário de vendas e os dias úteis da segunda quinzena do mês, as projeções da Abraciclo indicam que o volume total no fechamento de julho poderá se equiparar  ao mês de junho”, comenta José Eduardo Gonçalves, diretor executivo da entidade.

Leia também:  Confira as vagas de emprego desta segunda (04/09/17) em Rondonópolis
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.