Falta de respeito. É assim o que o novo campeão dos médios do UFC, Chris Weidman, entende que houve por parte de Anderson Silva no combate que acabou com a longa invencibilidade do brasileiro.

Weidman disse que se sentiu desrespeitado pelo excesso de confiança de Spider ao baixar a guarda e mandar o americano vir para cima. E entende que colocou o brasileiro em seu devido lugar com o nocaute.

“Sabia que ele ia tentar fazer isso, tentar me intimidar e confundir minha cabeça. Mas ele passou dos limites. Não me cumprimentou antes da luta. Acho que todo mundo que assistiu à luta torceu para que eu batesse nele”, falou, em entrevista à TV Globo.

Leia também:  União faz neste sábado primeiro jogo da final do sub-19

“Faltou respeito. Eu poderia ter dado tapinha nele quando estava em cima. Mas botei ele no lugar dele”, continuou.

O novo campeão dos médios diz que ainda colhe os louros da vitória e a repercussão foi maior do que imaginava. “Foi sensacional. Lutei com o melhor de todos os tempos .Nocautear Anderson Silva é fantástico. Eu já imaginava que uma vitória traria repercussão, mas vejo que foi muito maior do que eu imaginava.”

Weidman e Anderson farão uma revanche já marcada para o dia 28 de dezembro, novamente no MGM, em Las Vegas. E o americano diz que não se importa de as pessoas colocarem o brasileiro novamente como favorito.

Leia também:  Colorado perde e precisa reverter diferença de dois gols

“Muita gente diz que vai ser diferente, que o Anderson vai voltar bravo, já mostrei que posso ganhar. Vou fazer tudo como da primeira vez. Um cara que cumprimenta antes da luta.”

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.