Exclusividade é uma das principais características dos carros da Ferrari. Apenas 499 unidades do superesportivo híbrido LaFerrari, revelado em março deste ano, sairão da fábrica de Maranello. Ícone da marca italiana nas pistas, Fernando Alonso já garantiu seu exemplar desta máquina, mas levou uma pequena “vantagem” sobre os outros futuros proprietários do bólido.

O bicampeão mundial testou o veículo ainda durante a fase de desenvolvimento aerodinâmico, no circuito de Fiorano. A equipe de engenheiros da montadora usou as impressões do piloto para aperfeiçoar o projeto, badalado como a Ferrari “de rua” mais rápida da história.

Equipada com um motor V12 de 800 cv e um propulsor elétrico de 163 cv, totalizando 963 cv de potência, a LaFerrari supera os 350 km/h e consegue completar uma volta no circuito de Fiorano em apenas 1m20s, um recorde entre todos os carros da fabricante italiana. Tanto poderio sobre rodas tem um preço igualmente feroz: 1 milhão de euros, ou nada menos que R$ 3 milhões. Apesar do preço salgado, todas as unidades já foram vendidas. As primeiras entregas estão previstas para os próximos meses.

Leia também:  Cuiabá anuncia lateral-direito revelado pelo Grêmio
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.