A proposta feita pelo vereador Adonias Fernandes (PMDB) através de um projeto de lei que prevê a vacina gratuita contra o HPV (papilomavírus humano) para mulheres de 9 a 45 anos, foi aprovada por unanimidade na sessão de quarta-feira (8). De acordo com o vereador essa doença tem atingido muitas mulheres e que por isso vê a necessidade dela ser oferecida gratuitamente com o intuito de diminuir os casos em Rondonópolis.

O projeto já foi apresentando em outra sessão e passou pelas comissões, recebendo pareceres favoráveis, agora segue para a sanção do prefeito, e em seguida, estará sob a responsabilidade da Secretaria Municipal de Saúde, que deverá programar e promover campanhas anuais de esclarecimento a população sobre o HPV.

DOENÇA

O HPV é um condiloma acuminado, conhecido também como verruga genital, crista de galo, figueira ou cavalo de crista, é uma doença sexualmente transmissível (DST) causada pelo Papilomavírus humano (HPV). Atualmente, existem mais de 100 tipos de HPV – alguns deles podendo causar câncer, principalmente no colo do útero e do ânus. Entretanto, a infecção pelo HPV é muito comum e nem sempre resulta em câncer. O exame de prevenção do câncer ginecológico, o Papanicolau, pode detectar alterações precoces no colo do útero e deve ser feito rotineiramente por todas as mulheres.

Leia também:  Lixeiras serão instaladas na 'avenida da Ponte Nova'

A principal forma de transmissão do vírus do HPV é pela via sexual. Para ocorrer o contágio, a pessoa infectada não precisa apresentar sintomas. Mas, quando a verruga é visível, o risco de transmissão é muito maior. O uso da camisinha durante a relação sexual geralmente impede a transmissão do HPV, que também pode ser transmitido para o bebê durante o parto.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.