Uma quadrilha de assaltantes que vinha aterrorizando os moradores de Paranatinga  foi desarticulada pela Polícia Judiciária Civil, na quarta-feira (07.08). Os acusados Rodrigo Sousa Gomes, 20 e Danilo Melo Auce, 20 foram presos e os menores T.S.P., 17 e B.J.S.,17 foram apreendidos apontados como autores de diversos roubos ocorridos na cidade, nos últimos dias.
Dois dos suspeitos foram identificados após policiais da Delegacia de Paratinga analisarem a imagem do sistema de segurança de um supermercado, roubado no último dia 28 de julho.
Após investigações, os acusados e mais dois suspeitos foram identificados com os quatro assaltantes entraram na casa de um advogado da cidade, no dia 30 de julho. Na ação os criminosos renderam o advogado, sua esposa grávida e uma criança de 7 anos. As vítimas foram amarradas e os acusados roubaram vários objetos como Televisão, notebook, joias, dinheiro e um veículo Voyage.
Com base nas informações levantadas pela equipe de investigadores, o delegado de Paranatinga Wilson Cibulskis Júnior representou pela internação provisória dos menores, pela prisão preventiva dos acusados maiores e pelo mandado de busca e apreensão na residência da namorada de um dos suspeitos.
Na terça-feira (06.08), em posse do mandado de busca e apreensão, policiais realizaram diligências no local, onde apreenderam o netbook do advogado e uma motocicleta, também produto de roubo. Na ocasião, Danilo foi preso pelo roubo na casa do advogado e pela receptação da motocicleta apreendida. Em depoimento, o acusado confessou a participação no assalto e disse que as joias roubadas na residência do advogado foram derretidas em uma oficina.
No quarta-feira (07), Rodrigo foi preso por um policial civil em diligência. Os dois menores envolvidos no assalto foram localizados por policiais militares, no distrito de São José do Couto em posse do veículo roubado e documentos do advogado. Os acusados foram encaminhados a Delegacia de Paranatinga, onde prestaram depoimento.

Leia também:  Idoso cai em emboscada, tem veículo roubado e é mantido como refém em Rondonópolis
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.