O primeiro lutador do UFC a assumir fazer uso do tratamento de reposição de testosterona (TRT) foi o peso-médio Vitor Belfort, sendo seguido por Chael Sonnen. Até determinado nível no sangue, o TRT é permitido no Brasil e em alguns estados americanos, mas sempre levanta muita discussão no mundo do MMA sobre sua legalidade. Por isso, o campeão peso-pena, José Aldo, falou o que pensa sobre o assunto.

– Eu não vejo problema em usar TRT, todos usam, desde o campeão até o iniciante. Acho que só na nossa academia (Nova União) ninguém faz isso, porque o Dedé (Pederneiras) sempre foi contra usar qualquer tipo de anabolizante. Eu acho errado ficar criticando quem assumiu que toma – disse, em entrevista à revista “Tatame”.

Leia também:  Eurico Miranda é afastado da presidência do Vasco por ser acusado de apoiar vandalismo de torcida

Ao tratar do assunto, o campeão falou em hipocrisia daqueles que julgam quem faz uso da terapia, duvidou se Randy Couture já adotou o recurso e aproveitou para defender o compatriota Vitor Belfort, inclusive, avisando que, se necessário, pode adotar tal prática no futuro.

– O cara (Belfort) deu a cara à tapa e falou que usa, ao contrário dos outros, que usam e se escondem. Aliás, não pode nem ser considerado tratamento o que alguns desses lutadores fazem: muitos tomam bomba mesmo. É muita hipocrisia. Os americanos sempre usaram. Randy Couture chegou a lutar com quase 50 anos, e você vai me dizer que o cara estava puro? Se o médico passou a receita para o cara e está dentro do limite, beleza, não vejo problema nenhum. Se um dia eu precisar, vou usar o TRT também – comentou José Aldo.

Leia também:  Times de Mato Grosso vão mal na rodada de final de semana
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.