O Brasil segue avassalador no hexagonal final do Grand Prix de vôlei, que está sendo realizado em Sapporo, no Japão. Agora fazendo como vítimas as italianas, a equipe comandada por José Roberto Guimarães só teve trabalho no segundo set e em 1h08m passou como um trator pelas rivais na madrugada desta sexta-feira, vencendo mais um duelo por 3 a 0, com parciais de 25/16, 26/24 e 25/11. Com três vitórias em três jogos, a seleção brasileira segue na liderança da etapa decisiva com nove pontos alcançados. A China aparece logo depois, com oito pontos.

Líderes da competição, as brasileiras voltam a entrar em ação neste sábado, novamente às 3h30m da madrugada, desta vez contra a Sérvia. Se a seleção vencer a partida por 3 sets a 0 ou 3 sets a 1 e a China perder o seu confronto contra o Japão sem levar a decisão para o tie-break, o Brasil será campeão com um jogo de antecedência. Ainda sem vencer no hexagonal, as italianas encaram o time americano, que também perdeu os três compromissos que disputou nesta fase.

Leia também:  Brasileira leva ouro em natação e se torna a 1° campeã mundial do país

Maior vencedor da história, o Brasil luta por seu nono título (os Estados Unidos vêm em segundo, com cinco) da competição, que este ano apresenta sua 21ª edição. Com dois vice-campeonatos como melhores resultados (2004 e 2005), a Itália seguirá no jejum, pois já não tem mais chances matemáticas de levar a taça este ano. Nesta fase final da competição, todos os seis times se enfrentam. Leva o título quem terminar os desafios com o maior número de pontos.

A central Thaisa foi a maior pontuadora da partida com 16 acertos, sendo sete de ataque, quatro de bloqueio e cinco de saque. A bicampeã olímpica também foi eleita a melhor jogadora do confronto. As ponteiras Fernanda Garay, com 13 pontos, e Gabi, com 12, foram outros destaques do time verde e amarelo.

– Acredito que estamos jogando muito bem. O nosso jogo está fluindo. Temos estudado muito as equipes. Hoje, pressionamos bastante a Itália. Temos entrado muito focadas nas partidas. Meu saque entrou bem, mas sempre acho que preciso melhorar. Pontuei bastante, mas agora já temos que pensar na Sérvia que será um adversário ainda mais difícil – disse Thaísa.

Leia também:  Copa do Brasil é a meta de Pesso

O jogo

A partida começou equilibrada, mas a seleção abriu em 5 a 2 após um ataque de Fabiana. O bloqueio chegava inteiro, e o time nacional, que havia começado com Sheilla no lugar de Monique, foi para a primeira parada técnica com 8 a 4 a seu favor. A boa variação da levantadora Dani Lins permitia que Fê Garay e Gabizinha largassem seus mísseis para desespero das italianas, que viram o placar crescer para 16 a 8. E sem dar chances às rivais, o Brasil seguiu controlando a primeira parcial, fechando por 25 a 16 graças a um ataque de Thaisa.

O segundo set começou com um ponto de Sheilla. A Itália virou, mas o potente saque de Thaisa colocou o Brasil novamente na dianteira (5 a 3). O quadro europeu, porém, reagiu e chegou à igualdade em 7 a 7. Gabizinha fez o oitavo e levou a seleção para o tempo técnico em vantagem. As italianas voltaram com tudo e passaram a dominar as ações, chegando a fazer 24 a 23. Mas um erro de saque no set point foi o suficiente para acordar o time de Zé Roberto. Sheilla aproveitou a chance e igualou em um ace sensacional. Na sequência, Diouf cortou para fora e o Brasil venceu a parcial por 26 a 24.

Leia também:  Adversário do União aposta em retrospecto do Mineiro, no Pato Loco e em ex-meia do Santos

O susto no set anterior pareceu ter servido de fortificante para a equipe brasileira. Reequilibrada, a seleção não deu a menor chance às adversárias. De forma avassaladora, foi ampliando a vantagem ponto a ponto, mostrando que o fim do embate era apenas uma questão de tempo. O Brasil chegou ao match point vendo inacreditáveis 24 a 8 no marcador e, sem pressa, venceu o set por 25 a 11, fechando mais uma partida em 3 a 0, com direito à nova exibição de gala.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.