Paciente sendo atendida - Foto: Marcos Cardial / AGORA MT
Paciente sendo atendida – Foto: Marcos Cardial / AGORA MT

A Campanha de Saúde dos Olhos, deflagrada pela prefeitura de Alto Araguaia e realizada com recursos próprios, já beneficiou quase 400 pessoas desde o início de 2013. As consultas são totalmente gratuitas e o objetivo é de diagnosticar diferentes problemas que afetam a visão como estrabismo, catarata, pterígio e consultas para uso de óculos. Nesta nova etapa foram feitas 200 consultas, enquanto que na primeira realizada março passado foram 180 atendimentos.

O trabalho, desenvolvido pela Secretaria de Saúde por meio de convênio com o Hospital dos Olhos em Cuiabá, é realizado periodicamente. A segunda etapa aconteceu nesta segunda-feira (29) e terça-feira (30) na unidade do Programa da Saúde da Família (PSF) Ondino Rodrigues de Lima prestando atendimento a 200 pessoas, sendo 100 por dia.

Leia também:  Federação dos Hospitais Filantrópicos de Mato Grosso lança nota em relação aos repasses atrasados pelo Governo

A campanha tem como foco promover avaliações, identificar os casos de doenças que afetam a visão e promover o encaminhamento do paciente para intervenção cirúrgica em caso de necessidade. “É um trabalho 100% gratuito e com recursos próprios. O prefeito Maia Neto, desde que assumiu a administração municipal no início de 2013, sugeriu a realização desta campanha devido à grande procura de pessoas buscando atendimento por problemas de visão. É um grande trabalho e o resultado é que quase 400 pessoas já foram beneficiadas pelo programa”, disse a secretária de saúde, Martha Maia Brandão.

Pacientes passam por cirurgias

Os pacientes atendidos pela Campanha de Saúde dos Olhos em Alto Araguaia que apresentam estrabismo, catarata ou pterígio são imediatamente encaminhados para intervenção cirúrgica no Hospital dos Olhos em Cuiabá. Várias cirurgias já foram realizadas. Andréia Cristina Marqueto, moradora do Bairro Dom Bosco, Joeber Ferreira Xavier e Maria Teles, estes dois últimos moradores da área central do município, são três dos seis pacientes que passaram por intervenção cirúrgica para corrigir o desalinhamento ocular, conhecido como estrabismo.

Leia também:  Primavera | Justiça estabelece prazo para adequações em Estádio Cerradão e Ginásio Pianão

“Fiquei sabendo da campanha pela televisão. Procurei o atendimento e imediatamente já fui chamada para fazer a cirurgia. Estou feliz com o resultado”, disse Andréia Marqueto. Maria Teles não escondeu sua felicidade com a cirurgia. “Estou muito feliz. Gostei do resultado”, destacou. O caso de Joeber Ferreira é ainda mais grave. Ele precisou operar os dois olhos para corrigir o problema. “Sempre busquei a cirurgia. Passei por avaliação e já fui encaminhado para cirurgia, que é delicada, mas estou muito feliz com o resultado”, destaca o jovem.

Segundo médicos, o importante é detectar o problema o quanto antes. Caso não seja tratado, pode causar perda irreversível da visão no olho estrábico. O estrabismo é uma doença de desalinhamento ocular e pode ser classificada em diversos gêneros: o estrabismo convergente e estrabismo divergente. O primeiro é quando o olho ‘enrola para dentro e para o lado do nariz’. No segundo caso, o olho ‘desvia para fora’. Segundo médicos, a patologia pode ser tratada com o uso de óculos, tampão ou cirurgia.

Leia também:  'Quem perder o prazo da biometria não vai ter que pagar multa de R$ 150', diz TSE

A Campanha de Saúde dos Olhos terá uma nova etapa. Segundo previsão, os especialistas retornam ao município no final de agosto ou início de setembro.

 

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.