Neymar preferiu não conversar com os jornalistas na segunda-feira, quando a seleção brasileira se apresentou ao técnico Luiz Felipe Scolari na Basileia, na Suíça. Um dia depois, nesta terça-feira, escolhido para a coletiva de imprensa, o jogador do Barcelona também não apareceu. A explicação da CBF: “consenso interno”.

E foi justamente por isso que Daniel Alves, companheiro de Neymar no Barcelona e na seleção brasileira, saiu em defesa do jogador. Para o lateral-direito, o foco precisa ser no confronto entre Brasil e Suíça, nesta quarta-feira, na Basileia.

– Estão falando muito dos probleminhas (anemia) que ele está tendo. Não temos tempo para trabalhar e precisamos manter esse foco. É importante não se distrair com outros probleminhas que possam ser debatidos e interferir na crescente que temos – disse o lateral.

Leia também:  Flamenguistas são detidos por jogarem bombas em porta de hotel de time adversário

Daniel Alves ainda pediu compreensão com o momento vivido por Neymar. Para o lateral-direito, o craque está focado em realizar um bom trabalho na Seleção e no Barça.

– Sempre foi assim: trabalhar muito e falar pouco. Eu falo muito e trabalho muito. Tem que perdoar o menino. Ele está focado no que ele quer e é importante para nós.

Logo que chegou ao Barcelona, Neymar foi diagnosticado com um quadro de anemia. Tudo por conta da recente operação que fez nas amígdalas. Por conta disso, o jogador vinha tendo um rendimento abaixo nos treinos e amistosos de pré-temporada do time catalão.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.