Foto: Otmar Oliveira
Foto: Otmar Oliveira

Sete partidos nanicos anunciam nesta quinta-feira (15), em coletiva de imprensa às 15h, na Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM), coligação para as eleições de 2014. Os partidos visam às eleições proporcionais, sendo que devem integrar a coligação o PV, PSC, PCdoB, PRTB, PTdoB, PRP e PRB. O movimento está sendo chamado de “Ética na Política”.

Conforme o vereador de Cuiabá, Mário Nadaf (PV), estes sete partidos estão debatendo a possibilidade de coligação. “Temos quatro partidos que estão mais firmes neste debate, sendo o PV, PCdoB, PSC e PRTB, e mais três que estão orbitando nesta possibilidade.

Estamos discutindo composição e estabelecendo critérios para participação. E ainda hoje iremos nos reunir para mais um diálogo entre os líderes para a coletiva de amanhã”, explicou.

Leia também:  Cursos de Gestão Pública tem presença expressiva de acadêmicos

Para Nadaf, esta é uma ideia inteligente de agremiar os partidos ditos nanicos, sendo que a proposta é eleger três deputados estaduais e um deputado federal. “O PV vê como inevitável ocupar uma cadeira na Assembleia Legislativa, e nós queremos esta coligação com partidos pequenos para não sermos engolidos pelos grandes na contagem dos votos da proporcional”, destacou.

Sobre se este movimento será oposição ou situação, Nadaf reitera que o que estiver mais próximo das propostas do grupo, mas que adianta que não tem como afinar o discurso com um governo do Estado desgastado e envolto em polêmicas.

O PV, nas últimas eleições, compôs com o PDT, PSB e PPS no Movimento Mato Grosso Muito Mais, e Nadaf admite aproximação natural com a candidatura do senador Pedro Taques (PDT), mas, analisa que aliança deve ocorrer apenas na majoritária, já que o foco das proporcionais será manter apenas os nanicos para garantir vagas às legendas.

Leia também:  Galli pode aderir ao PEN e mudar quadro do PSC em Rondonópolis

O próprio vereador é apontado como uma das possíveis candidaturas para Assembleia Legislativa.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.