Eddie Trunk - Foto: reprodução
Eddie Trunk – Foto: reprodução

Os 15 minutos de entrevista com o apresentador norte-americano Eddie Trunk se transformaram em meia hora com facilidade. Muito comunicativo e empolgado em elaborar suas respostas, Eddie contou ao iG sobre a alegria de vir ao Brasil pela primeira vez, acontecimento marcado para 19 e 20 de outubro quando será mestre de cerimônia do festival Monsters of Rock.

“Escuto muito sobre o quanto meu programa é popular no Brasil. Eu nunca fui ao País e esperava ter uma oportunidade de ir”, explica o apresentador do programa That Metal Show, do canal VH1 Classic, que mostra bandas e conteúdo voltado ao público fã de hard rock e heavy metal.

Atualmente com 49 anos, Eddie também sonhou em ser músico, mas a empreitada não deu certo porque “faltou paciência”. Em compensação, fincou raízes no rock ao escrever sobre o gênero para o jornal do colégio ou ainda quando trabalhou como vendedor em uma loja de discos nos anos 1980. Desde então, nunca mais trabalhou em outra área.

Leia também:  Lucas Lucco grava com Pablo Vittar e elogia: "Um dos artistas mais completos que temos"

Pesquisador de música desde a adolescência, anima-se para falar sobre as escolhas “polêmicas” de artistas escolhidos para o Rock and Roll Hall of Fame, entidade que Eddie condena fortemente por “ter ignorado durante anos nomes como Rush e Alice Cooper, que foram influências para o rock and roll”.

Em 24 de setembro, lança nos Estados Unidos o livro “Eddie Trunk’s Essential Hard Rock and Heavy Metal – Volume II”, sequência de sua primeira obra como autor e guia essencial para quem quer conhecer mais sobre a especialidade musical do apresentador.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.