Com a provável promoção de Daniel Ricciardo para a RBR no lugar de Mark Webber, em 2014, uma vaga deve se abrir na STR. De acordo com a revista alemã “Auto Motor und Sport” o brasileiro Felipe Nasr é apontado como um dos candidatos para agarrar a oportunidade. Apesar de o primeiro na fila ser António Félix da Costa – que participa do programa de jovens pilotos do time – o português não tem tido um bom desempenho na Fórmula Renault 3.5 (World Series). Além disso, Felipe teria ganhado certa preferência por trazer dinheiro dos seus patrocinadores para a equipe.

– Vozes do Brasil indicam que o piloto da GP2 Felipe Nasr está batendo na porta da STR com dinheiro do Banco do Brasil e da Sky – afirma o correspondente da “Auto Motor und Sport”, But Michael.

Leia também:  Colorado perde e precisa reverter diferença de dois gols

Ainda no começo deste mês, incerto da permanência de Felipe Massa na categoria, Bernie Ecclestone sinalizou a necessidade de manter um piloto brasileiro no grid, já que o Brasil é o maior consumidor de F-1 do mundo.

– Eu preciso de um piloto brasileiro – exclamou o chefão da categoria.

Felipe Nasr, da Carlin, segue como o atual vice-líder da GP2, com 130 pontos. Cinco atrás do líder Stefano Coletti.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.