A McLaren deu a entender que não pretende alterar a sua dupla de pilotos para 2014 e, em 2011, Jenson Button firmou novo acordo com a equipe, com uma opção de extensão que pode mantê-lo no time de Woking até 2015. No entanto, o piloto, que tem o desejo de continuar na escuderia britânica na próxima temporada, revelou que, até então, não foi procurado para assinar a extensão do seu contrato.

– Eu penso que tenho um contrato para o ano que vem, mas não há nada assinado. Gostaria de permanecer aqui, em 2014. Pode parecer estranho depois de uma temporada como essa, mas acredito que tenha sido um bom ano para nós, de certa forma. Seremos um time muito forte no ano que vem e quero ficar, mas ainda não me confirmaram nada. Por isso, preciso esperar e ver o que vai acontecer – explica Button.

Leia também:  Luverdense deixa a zona de rebaixamento

Ainda que possam surgir oportunidades na Ferrari e RBR na próxima temporada, Button crê que estas vagas já estejam preenchidas.

– Creio que a RBR já está definida. A Ferrari é uma grande oportunidade para qualquer piloto da F-1. Ter a oportunidade de pilotar pela Ferrari é incrível pelo que atingiram no esporte, pela paixão no time e a cultura deles, que é muito interessante. Tomara que o escolhido seja alguém que mereça – afirma.

Com a McLaren realizando sua última temporada com motores Mercedes, – antes da volta da parceria com a Honda, em 2015 – o time enfrentará desafios gigantes na briga pelo título. Entretanto, o campeão de 2009 está convencido de que a escuderia britânica é o lugar certo para ele.

Leia também:  Com a demissão de Ceni, São Paulo vai completar 16 técnicos em 8 anos

– Muita coisa me faz querer ficar para o futuro. Existem muitos desafios e estou ansioso pela próxima temporada – conclui.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.