Grandes nuvens de fumaça eram vistas no local no meio da manhã AFP/Stringer
Grandes nuvens de fumaça eram vistas no local no meio da manhã
AFP/Stringer

Um grande incêndio paralisava nesta quarta-feira (7) as atividades no aeroporto de Nairóbi, a capital do Quênia, onde todos os voos foram cancelados, enquanto os bombeiros lutavam contra as chamas.

Grandes nuvens de fumaça eram vistas no local no meio da manhã. Até o momento, o incêndio não provocou nenhuma vítima.

O aeroporto internacional Jomo Kenyatta (JKIA), um dos principais centros de conexão aérea do leste da África, está fechado por tempo indeterminado, anunciou o centro nacional queniano de gestão de catástrofes.

De acordo com as autoridades, o fogo no terminal de desembarque foi controlado.

Todos os voos foram suspensos e os aviões que deveriam pousar em Nairóbi foram desviados para outras cidades do país como Mombasa, na costa do oceano Índico.

Leia também:  Americanos estarão proibidos de viajar para Coréia do Norte a partir de agosto

O aeroporto JKIA tem muitos voos domésticos, mas também embarques para várias capitais africanas e países da Europa, Ásia e Oriente Médio.

Segundo a aviação civil, em 2012 o aeroporto recebeu 6,2 milhões de passageiros, com um fluxo intenso no mês de agosto, quando turistas de todo o mundo visitam o país atraídos por suas reservas de animais selvagens e praias.

O presidente do Quênia, Uhuru Kenyatta, cujo pai, primeiro presidente do país, dá nome ao aeroporto, visitou o terminal para avaliar os danos.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.