A vida do Márcio Miranda mudou em um flash. Não era câmera fotográfica, mas uma descarga elétrica. Estava reparando um transformador sobre um poste em Xerém, Duque de Caxias, quando o cabo de alta tensão arrebentou e acertou seus dois braços.

– Deu uma explosão, fiquei 15 minutos desacordado preso ao poste antes de conseguirem me resgatar – disse, segundo os relatos que lhe contaram.

Teve três paradas cardíacas, ficou quatro meses internado e mais seis em recuperação. Estava vivo, mas os braços, muito queimados, tiveram de ser amputados.

– Fui aposentado por invalidez, mas em nenhum momento baixei minha cabeça. Nunca tive depressão e aos poucos fui retomando a minha vida- conta, aos 37 anos.

Leia também:  Em competição em Cuiabá, estudantes de Rondonópolis se classificam para Jogos Brasileiros

Apesar de não ter nada abaixo dos cotovelos, dirige o velho carro com uma pequena adaptação no câmbio, que ele mesmo fez. E leva para todos os lados a filha de três anos, que tem o sugestivo nome de Vitória. O plano é transformar o antigo hobby em nova profissão.

– Já corria antes do acidente, mas não levava muito a sério. Agora treino três vezes por semana na ANDEF (Associação Niteroiense dos Deficientes Físicos), mesmo que tenha de pegar quatro conduções e sair de casa às cinco da manhã para chegar lá – conta o morador de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense.

O resultado já aparece na coleção de medalhas e troféus que somou em menos de dois anos de corrida. Corre 5km na casa dos 14 minutos, e tem 1h22m na Corrida da Ponte. E também já aprendeu que nem todo dia é um bom dia, ao completar em 1h44m a Meia Maratona do Rio.

Leia também:  Brasil vence a Holanda e tem desafio mortal contra os Estados Unidos

– Esperava ir mais rápido, mas me incomodei muito com a chuva no início, mas estou feliz mesmo assim. Espero servir de incentivo para que outras pessoas como eu não desistam de viver por conta de um acidente – disse, na chegada, já prevendo os próximos flases no pódio.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.