Quando Mark Webber revelou que deixaria a RBR e a Fórmula 1 no fim do ano, colocou fogo no mercado e nos bastidores da categoria. Neste fim de semana de GP da Bélgica, o australiano resolveu pôr mais lenha na fogueira ao “dar com a língua nos dentes” e sugerir que seu compatriota Daniel Ricciardo, da co-irmã STR, foi o escolhido pelo time austríaco para assumir o seu lugar. Em entrevista à rede de TV de seu país, “Channel 10”, momentos antes da prova, Webber garantiu:

– A decisão já foi tomada. Todos nós já sabemos. Estou feliz com essa decisão. É bom para ele e bom para a Austrália – disse.
O chefe da RBR, Christian Horner, rapidamente tratou de jogar “panos quentes” e rebateu a declaração de Webber, negando que já esteja tudo acertado com Ricciardo.

Leia também:  União estreia com derrota diante do Dom Bosco no Luthero

– Há um monte de especulações, mas nada foi assinado ainda. A situação é a mesma de antes da corrida. Temos tempo para analisar quem colocaremos no outro cockpit e o anúncio certamente não virá antes de Monza. Acho que comentários algumas vezes são pegos fora de contexto e Mark, obviamente, não está a par de todas as conversas com os pilotos. Quando tiver algo para anunciar, nós certamente anunciaremos – garantiu Horner.

Australiano de 24 anos, Daniel Ricciardo é um dos fortes concorrentes ao lugar de Webber na RBR em 2014. Além dele, a equipe já admitiu interesse em Kimi Raikkonen, da Lotus. Antes das férias da Fórmula 1, o nome de Fernando Alonso ganhou força inesperadamente, após um encontro entre seu empresário e o chefe da escuderia austríaca.

Leia também:  Com a demissão de Ceni, São Paulo vai completar 16 técnicos em 8 anos

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.