O número de empresas que entraram com pedido de falência em todo o país chegou a 136 em julho deste ano, de acordo com levantamento da empresa de consultoria Serasa Experian.  Foi o segundo menor número de requerimentos verificados neste ano, superior apenas aos 100 pedidos feitos em fevereiro. Dos 136 pedidos, 73 foram feitos por micro e pequenas empresas, 43 por médias e 20 por grandes.

Já as recuperações judiciais requeridas chegaram a 56 em julho, número superior apenas aos 49 observados em março.

Segundo os economistas da instituição, esses resultados são decorrentes do recuo na inadimplência do consumidor e das empresas, melhorando a posição do fluxo de caixa dos negócios.

Leia também:  Confira as vagas de emprego desta segunda (11/09/17) em Rondonópolis

Apesar da queda no número de pedidos de falências e de recuperações judiciais, os economistas ressaltam que a quantidade de falências decretadas no mês passado foi alta (69) e ficou muito próxima à que foi registrada no mês de abril (70). Esse fato está relacionado, em parte, a fatores não favoráveis no período, como a inflação, os juros altos e a queda nas vendas, destaca a Serasa.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.