Menor A. A. S. 16 anos - Foto: Varlei Cordova / AGORA MT
Menor A. A. S. 16 anos – Foto: Varlei Cordova / AGORA MT

A Polícia Militar (PM) de Rondonópolis fez a apreensão no início da tarde desta sexta-feira (23) dos menores V. T. S. 16 anos e A. A. S. 16 anos, eles são acusados de terem participado de um latrocínio ocorrido na tarde da ultima segunda-feira (19), no Assentamento Beleza, região de Juscimeira. Na ocasião, a vítima Eduardo Rodrigues Viana, 64 anos, foi amarrado, torturado e degolado. 

De acordo com o Capitão Ozório da Polícia Militar (PM), os adolescentes foram encontrados através de uma denúcia do pai de um dos menores, que não aceitou a atitude do filho. “Recebemos a ligação informando onde estavam os suspeitos, fomos até o Jardim Calos Bezerra I e fizemos a detenção dos menores. Agora estamos na busca do maior Daniel, vulgo ‘Danielzinho’”, finalizou Ozório

Leia também:  Homem é preso com carro clonado na Capital

Em depoimento, os adolescentes disseram a Polícia Militar (PM), que foram até o sitio de Eduardo em busca de uma possível arma de fogo que o idoso guardava, mas que não foram eles os autores da morte de Eduardo e sim uma terceira pessoa chamada Daniel, que está foragido.

Ainda conforme os depoimentos, o menor A. A. S. já conhecia a vítima há muito tempo, inclusive morado com ele. O trio teria saído de Rondonópolis e ido ao sitio em uma motocicleta de propriedade do suspeito Daniel.

Os menores confessaram que amararam a vítima e deram choques no intuito de Eduardo contar onde estaria a possível arma de fogo. Após ter revirado toda a casa, o maior Daniel teria ficado com raiva e golpeou o pescoço da vítima e fugiram levando um celular e dinheiro.

Leia também:  Dupla é presa após furto no Residencial Três Américas
Menor V. T. S. 16 anos - Foto: Varlei Cordova / AGORA MT
Menor V. T. S. 16 anos – Foto: Varlei Cordova / AGORA MT

A filha da vitima, Ana Abadia, contou a reportagem do AGORA MT que só ficou sabendo da morte de seu pai na terça-feira (20), quando ele foi encontrado por vizinhos.

“Eu recebi a ligação e fui até o sítio, a principio achei que ele tivesse morrido de derrame, porém quando eu cheguei e vi não acreditei. A casa estava toda revirada e suja de sangue, ele estava caído, com as mão amarradas para atrás, havia também um fio descascado ligado na tomada. Nunca vou esquecer aquela cena”, disse chorando Ana Abadia.

“Eu entreguei pra Deus, espero que esse Daniel também seja preso. A atitude desse pai deve ser lembrada, ele fez muito por nós, porque não havia nem pistas de quem tivesse cometido o assassinato. Jamais imaginei que isso aconteceria com meu pai”, desabafou Ana Abadia.

Leia também:  Policial militar tem carro furtado em Rondonópolis

O menores serão enquadrados pelo crime de latrocínio, que é roubo seguido de morte. Eles estão apreendidos no Centro Integrado de Segurança e Cidadania (CIsc).

Ana Abadia - Foto: Varlei Cordova / AGORA MT
Ana Abadia – Foto: Varlei Cordova / AGORA MT
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.