Reunião aconteceu no prédio da Educação - Foto: assessoria
Reunião aconteceu no prédio da Educação

O Plano de Cargo, Carreira e Salário (PCCS) dos servidores da Educação deve ser concluído até o final do mês de setembro. A comissão de elaboração da proposta avalia como positivo o andamento.

O coordenador das comissões de reestruturação do PCCS, Josemar Ramiro, afirma que as reuniões têm obtido resultados positivos e um dos focos da elaboração da proposta é com a formação específica do profissional. “Não tem sentido uma pessoa ser beneficiada se a qualificação do servidor é em outra área que não seja a Educação. O PCCS deve estimular para que isto aconteça”. Outra mudança apresentada por Ramiro é o compactação no número de cargos, que serão apenas cinco e divididos em três grupos.

Leia também:  Justiça condena a 12 anos de prisão acusado de homicídio qualificado

De acordo com o coordenador, a criação do PCCS está bem antecipada e após as alterações necessárias será feito o projeto de minuta de lei, para avaliação e debate pelos vereadores, prefeito municipal e representantes da categoria para que a proposta seja aprovada.

O representante do Instituto de Educação da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Marcos Caron, afirma que a elaboração de um PCCS, principalmente quando já existe uma proposta anterior, deve ser avaliada com mais cuidado para que não haja prejuízos e injustiças aos servidores.

Caron destacou que para a complexidade de Rondonópolis o PCCS da Educação está bem adiantado, tendo em vista que não pode demorar e nem tão pouco pode ser feito as pressas, ele atenderá bem as necessidades dos trabalhadores.

Leia também:  Esquadrilha da Fumaça cumpre agenda em Rondonópolis neste sábado (29)

A conclusão do PCCS da Educação é imprescindível para que possa ser realizado o concurso de município.

 

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.