Percival fez cobranças durante a sua fala na abertura da Exposul - Foto: Varlei Cordova / AGORA MT
Percival fez cobranças durante a sua fala na abertura da Exposul – Foto: Varlei Cordova / AGORA MT

O prefeito Percival Muniz (PPS) aproveitou a presença de políticos do Estado para fazer reivindicações ao município. Entre os pedidos, Muniz destacou que é preciso agilidade na duplicação do trecho que ligará Rondonópolis ao terminal ferroviário e também a construção de mais uma ponte sobre o Rio Vermelho.

No discurso de Muniz além de ‘alfinetar’ o Governo dizendo que estão mais preocupados com a Copa do Mundo, também criticou o senador Pedro Taques (PDT) que fazia parte da sua base aliada durante as eleições de 2014 e que por várias vezes saiu às ruas para pedir votos com ele.

De acordo com Muniz, Taques até agora não trouxe nada para Rondonópolis. “Senador manda muito mais que deputado, eles tem livre acesso para com os ministros, não é igual a deputado que tem que marcar hora. Taques está me devendo”, ataca Muniz.

Leia também:  Audiência pública discute maus-tratos a crianças e adolescentes

Já para o deputado Carlos Bezerra que estava no grupo de oposição, Muniz não economizou elogios. Em vários momentos de sua fala, Bezerra foi lembrado por Muniz alegando que ele já fez muito pelo Estado durante sua carreira política. Percival Muniz pediu ajuda de Bezerra para que ele possa intervir junto ao governador Silval Barbosa (PMDB).

“Quero pedir para que você, Bezerra, peça para que Silval construa essa ponte aqui. Lembra ele que, quando você foi governador, tinha menos recursos, mas fez uma. Sua mão de pilão ele obedece. Silval é louco, mas tem juízo”, dispara Percival.

 

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.