Um latrocínio e um roubo que aterrorizou a cidade de São José do Rio Claro foram esclarecidos, no sábado (03.08), em uma ação conjunta da Polícia Judiciária Civil e Polícia Militar, que resultou na prisão de quatro pessoas e na apreensão de dois adolescentes.

O acusado Rhamon Jorge Dorta, 19 foi preso e um adolescente de 17 anos foi apreendido apontados como autores do latrocínio. Por participação no crime também foram presos José Willian Gomes Maia, 27, Gilmar Brasiliano Joaquim, 20, Rudson Willian da Silva, 18. Outro menor de 16 anos, que confessou participação no ato infracional, foi apreendido

O latrocínio ocorreu durante a madrugada de sexta-feira (02). Dois homens armados assaltaram um conhecido bar da cidade, rendendo a garçonete e o proprietário do estabelecimento, que não reagiram a ação dos criminosos. Quando deixavam o local, um dos assaltantes disparou contra o proprietário do bar, que morreu em decorrência do ferimento posteriormente.

Leia também:  Poconé | Mais de 30 presidiários fogem de cadeia pública

Horas antes, um salão de beleza foi roubado por dois suspeitos armados, que levaram dinheiro e pertences das vítimas que estavam no local. Policiais civis e militares saíram em diligências durante toda a madrugada e conseguiram localizar os criminosos, as armas utilizadas nos crimes, vários objetos roubados e porções de drogas. Os presos foram encaminhados à Delegacia de São José do Rio Claro, onde foram autuados em flagrante pelos crimes.

Em depoimento, o acusado Rhamon confessou ter sido o autor do disparo que vitimou o dono do bar. O delegado de São José do Rio Claro, Henrique Hoffmann Monteiro de Castro representou pela prisão preventiva dos suspeitos e pela internação provisória dos menores.

Leia também:  Dupla é presa por tráfico de drogas em Rondonópolis
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.