A paralisação acontece apenas nestas sexta-feira
A paralisação acontece apenas nestas sexta-feira

As atividades no campus de Rondonópolis da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) foram suspensas nesta sexta-feira (30) em virtude da categoria aderir a paralisação nacional. Os técnicos suspenderam os trabalhos desde ontem (29). O movimento foi convocado pelas Centrais Sindicais do Brasil.

De acordo com a Associação dos Docentes da Universidade Federal de Mato Grosso (ADUFMAT), historicamente o Brasil vem sendo conduzido por grupos que usam a máquina pública para favorecer interesses de grupos privilegiados. A elite sempre foi favorecida, em detrimento de uma organização social mais justa. A corrupção compromete o desenvolvimento do país e prejudica os trabalhadores, ao longo dos anos. Direitos trabalhistas conseguidos a duras penas estão sendo perdidos pela classe trabalhadora e a Previdência Social vem sendo sistematicamente abalada.

Leia também:  Feriado de 7 de setembro terá transporte público gratuito para a população

A mobilização tem como pauta de reivindicação a melhoria da qualidade e diminuição do preço dos transportes coletivos; 10% do PIB para a Educação Pública; 10% do orçamento para a Saúde Pública; fim dos leilões das reservas de petróleo; fim do fator previdenciário e aumento do valor das aposentadorias; redução das jornadas de trabalho; contra o PL 4330; reforma agrária e salário igual para trabalho igual.

Os acadêmicos foram dispensados e as aulas serão retomadas na próxima segunda-feira (02), contudo não haverá mobilização na instituição.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.