projeto jiu jtsuEsteve em Rondonópolis para conhecer o Projeto Arte Suave, Caminho da Sabedoria, a gestora de projetos da Petrobrás, Fernanda Ferreira. Ela visitou os oito pólos do município onde são realizadas as atividades. Fernanda veio do Rio de Janeiro e esteve acompanhada nos três dias de visita do coordenador executivo do projeto, Paulo César Venâncio. Os bairros visitados foram: Verde teto, Distrito da Vila Operária, Jardim Liberdade, Pedra 90, Nossa senhora do Amparo, Jardim Europa, Jardim Sumaré e Eldorado.

Fernanda pôde assistir ainda a uma demonstração de aula de Jiu-jitsu e conheceu os professores que ministram as aulas a esses jovens e crianças carentes de Rondonópolis. “As visitas aos projetos são sempre surpreendentes e superam nossas expectativas. Pude observar que o projeto está evoluindo muito bem, de forma organizada e com uma equipe comprometida. Estão todos de parabéns, afirma Fernanda. O presidente da Associação de moradores do bairro Jardim Europa, Jenuilson Filisbino Ribeiro fez questão de marcar presença e acompanhar de perto o trabalho realizado pela gestora, assim como recepcioná-la. Na ocasião, a gestora da

Leia também:  Judoca brasileira vence adversária com 11 segundos e se torna a bicampeã mundial

Petrobrás entrevistou alguns alunos que hoje estão tendo a oportunidade de praticar esporte de graça. A empolgação foi tamanha nas comunidades visitadas. No Nossa senhora do Amparo por exemplo, Fernanda assistiu a apresentação da peça teatral “ronca motor, conta sua dor” escrita pela professora Edith Pereira Barbosa, inclusive com a participação dos próprios alunos do projeto, sob direção de Álvaro Bezerra. A peça trata a educação sobre o trânsito e foi desenvolvida nas atividades complementares do projeto. A gestora de projetos teve oportunidade de conhecer toda a equipe assim como acompanhar o segundo relatório que será enviado em agosto para a Petrobrás com a prestação de contas e serviço. “A intenção da Petrobras vai muito além de tirar as crianças das ruas e dar uma oportunidade para prática esportiva.

Leia também:  Judoca brasileira vence adversária com 11 segundos e se torna a bicampeã mundial

Através do investimento em projetos de Esporte Educacional, a Petrobras destina recursos para projetos esportivos alinhados à ações de garantia do direito de crianças e adolescentes, fortalecimentos de redes para o esporte educacional e incentivando tecnologias sociais, baseados nos princípios de inclusão, construção coletiva, educação integral, diversidade e autonomia, diz ela.” Hoje, o projeto que foi o único escolhido de Mato Grosso e o Centro Oeste, atende quase 700 crianças e jovens e ainda tem vagas abertas, tudo de graça. “A

Petrobras acredita no esporte como um direito e uma ferramenta para o desenvolvimento integral de crianças e adolescentes, que envolve competências cognitivas, psicomotoras e relacionais, todas elas fundamentais para a realização pessoal, o exercício pleno da cidadania e a participação democrática, conclui a gestora.” O próximo desafio desses atletas será participar do desfile de 7 de setembro, organizado pela secretaria municipal de esporte e lazer.

Leia também:  Judoca brasileira vence adversária com 11 segundos e se torna a bicampeã mundial

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.