thiago silva regularização fundiaria

A palestra sobre regularização fundiária do bairro Conjunto São José reuniu centenas de moradores que estão interessados em oficializar suas moradias. A reunião aconteceu na noite desta quinta-feira (30), no ginásio da escola Municipal CPAC São José.

Este é um projeto do Governo Estadual intermediado pela Câmara Municipal e Prefeitura, onde a empresa privada Elonet em parceria com o Instituto de Terras de Mato Grosso (Intermat), irão fazer um recadastramento dos moradores nos dias 5, 6 e 7 de setembro, propondo com objetivo a regularização das propriedades.

De acordo com o vereador Thiago Silva (PMDB), mais de 600 famílias moram na região e apenas 20% possuem a escritura de suas residências. “É importante regularizar porque eles são proprietários, mas não em documentos e tendo a escritura o morador pode até pedir um financiamento para reformar sua residência”, lembrou.

Leia também:  Papo Empresarial discute hoje como cumprir metas

Ainda segundo o parlamentar o morador gastaria em um processo de escritura cerca de R$ 5 mil e com a proposta os moradores que quiserem participar irão gastar de R$ 450 à 900.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.