Conhecido por não ter papas na língua, Dennis Rodman desembarcou em Bogotá para participar de uma partida de exibição ao lado de outros ícones da NBA nos anos 80 e 90, como Jason Williams, Kenny Anderson e Vin Baker. Na capital colombiana, o pentacampeão da liga voltou a questionar o culto à figura de LeBron James na atual geração do basquete americano, e disse não ter dúvidas de que Michael Jordan levaria a melhor em um hipotético duelo com o ala do Miami Heat, se os dois estivessem com as mesmas condições físicas.

– Eu acho que o basquete da minha época viveu uma grande revolução, comandada principalmente por Michael Jordan. Atualmente há alguns nomes novos, como LeBron James, mas não há como comparar. Michael ganharia dele, sem sombra de dúvida – disse Rodman, que jogou com Jordan durante a segunda passagem do astro pelo Chicago Bulls, entre 1995 e 1998.

Leia também:  Copa de 94 volta à tona com histórias de Romário e loira de Rondonópolis

Esta não é a primeira vez que Rodman compara os dois jogadores. O ex-jogador de 52 anos já chegou a afirmar que Michael Jordan teria média de 40 pontos por jogo ou mais se pudesse competir no atual cenário no auge da forma, com 28 anos. Rodman, que já defendeu equipes como Detroit Pistons, San Antonio Spurs, Los Angeles Lakers e Dallas Mavericks na liga americana, também afirmou que LeBron seria apenas um “jogador mediano” nos anos 80 e 90.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.