A Rússia perdeu o prazo para apresentar o seu pedido para realizar um Grande Prêmio de Fórmula 1 no próximo ano, mas ainda espera convencer o órgão que rege o esporte de que pode sediar a corrida.

A Federação Russa de Automobilismo (RAF) disse que perdeu o prazo de 31 de julho por causa de uma disputa financeira com os organizadores da corrida na cidade de Sochi, no Mar Negro, que receberá os Jogos Olímpicos de Inverno, em fevereiro.

A entidade russa afirmou que sua única opção agora era provar para a Federação Internacional de Automobilismo (FIA) que houve uma razão de “força maior” por não ter apresentado o pedido no prazo.

Leia também:  Futebol em luto: morre Gilson Lira

“A RAF afirma que está pronta para incluir o Grande Prêmio da Rússia no calendário da FIA sob condições de força maior”, disse a entidade em comunicado.

Se os problemas forem resolvidos, a prova ocorreria em outubro de 2014. Os preparativos para a corrida já haviam sido interrompidos por preocupações de que o circuito não seria concluído a tempo.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.