O número de mortos nos confrontos provocados pela crise política no Egito subiu para 421, informou o Ministério da Saúde nesta quinta-feira (15).

A violência espalhou-se pelo país na quarta-feira (12) depois que as forças de segurança atacaram um acampamento de milhares de manifestantes que defendem o presidente deposto Mohamed Mursi.

Advertisements
Leia também:  Advogada é a primeira transexual assumir o cargo de senadora no Uruguai

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.