Renato Evangelista, ex-companheiro de Maria Auxiliadora – Foto: Ricardo Costa/AGORA MT
Renato Evangelista, ex-companheiro de Maria Auxiliadora – Foto: Ricardo Costa/AGORA MT

Maria Auxiliadora Andrade de Souza, 21 anos, foi assassinada na tarde deste sábado (17), no bairro Monte Libano, após a tentativa de conciliação do ex-companheiro. A vítima deixa uma filha de 7 anos.

De acordo com informações de populares, a cerca de 20 dias a vítima separou do companheiro, Renato Evangelista Coelho, 25 anos, que desde então tenta uma nova conciliação com Maria Auxiliadora, motivo da visita que acabou no esfaqueamento.

Com a negativa de retorno, por parte da ex-companheira, o suspeito a atingiu com uma faca no peito e fugiu do local em seguida, enquanto Maria Auxiliadora buscava socorro na casa da mãe.

Ao ver a cena a mãe de Maria Auxiliadora pediu ajuda dos vizinhos que prenderam Renato até que a Policia Militar chegasse ao local do crime, para encaminhá-lo ao Centro Integrado de Segurança e Cidadania (CISC).

Leia também:  Cinco detentos usam corda artesanal para pular muro e fugir da Mata Grande

O suspeito declarou que veio do Piaui para trabalhar em uma obra e convivia com a vítima a muito tempo. Neste período houveram muitas brigas, mas sempre com reconciliação, inclusive que foi a casa de Maria Auxiliadora para buscá-la, pois a mesma havia prometido que voltariam hoje, porém ao chegar na residência da vítima a conversa havia mudado de figura, o que resultou na discussão e no óbito. Evangelista afirmou também que o casal é usuário de pasta base.

 

Maria Auxiliadora de Andrade
Corpo de vítima Maria Auxiliadora – Foto: Varlei Cordova/AGORA MT
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.