João Evangelista, 46, foi preso na sexta-feira (20), pela  Delegacia Especializada em Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Deddica), da Polícia Judiciária Civil, em cumprimento de mandado de prisão preventiva. O suspeito é acusado de engravidar a enteada de 13 anos.

Segundo a delegada Alexandra Fachone, a vítima declarou que o padrasto abusava sexualmente dela desde os 11 anos.

As investigações iniciaram em agosto deste ano, quando a mãe da garota procurou a Delegacia para denunciar seu companheiro. Ela relatou que ao desconfiar da gravidez, submeteu a filha a exame específico para confirmar a suspeita, e obteve resultado positivo.

Diante dos fatos, a mãe da adolescente conversou com filha buscando insistentemente descobrir quem era o pai do bebê, até que jovem, finalmente, contou que na ausência da mãe, o padrasto a forçava a ter relações sexuais sob ameaças.

Leia também:  PRF flagra veículos trafegando a 200 km/h nas BR's 163 e 364

O suspeito ainda ameaçou mãe e filha quando soube que foi indiciado e permaneceu um mês foragido em Rondônia. Ele teve a prisão preventiva cumprida enquanto trabalhava na empresa onde é vigilante, em Cuiabá.

A delegada aguarda o laudo pericial para conclusão do inquérito policial.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.