Momento em que Vandeli foi apresentado pela polícia - Foto: Aparecido Marden / Alto Taquari em Pauta
Momento em que Evanderly foi apresentado pela polícia após 3 dias de buscas- Foto: Aparecido Marden / Alto Taquari em Pauta

O réu Evanderly de Oliveira Lima, acusado de assassinar a juíza Glauciane Chaves de Melo, em junho deste ano vai retornar a Alto Taquari para uma audiência marcada para o dia 11 de setembro. A oitiva será a partir das 13h, e será comandada pelo juiz Luis Felipe Lara de Souza. No mesmo dia, antes de ouvir o réu, serão colhidos depoimentos de testemunhas de defesa e também de acusação.

Após as ouvir os envolvidos, o juiz abrirá prazo as partes se manifestarem e em seguida o processo seguirá para sentença, que vai decidir se o acusado vai ou não a júri popular. De acordo com Souza, o processo tramita normalmente na Vara Única da comarca e corre em segredo de justiça, “pois contem dados que não podem ser expostos sobre a intimidade da vítima e do acusado”.

Leia também:  Populares detêm suspeito de furto no Jardim da Mata II

Lima está preso em Cuiabá, na Penitenciária Central do Estado (antigo Pascoal Ramos) e no dia da audiência será escoltado até a justiça. Ele responde criminalmente por homicídio qualificado. No mês passado foram ouvidos os policiais que participaram das investigações e busca do assassino. Eles prestaram informações na comarca de Alto Araguaia.

LEIA TAMBÉM

Juíza de Alto Taquari é assassinada pelo ex-marido

No 3º dia de busca, assassino da juíza é preso em Alto Taquari

 

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.