As acusações de que o regime sírio utilizou armas químicas em 21 de agosto são um “pretexto” para atacar a Síria, afirmou nesta quinta-feira (5) o guia supremo do Irã, o aiatolá Ali Khamenei.

Segundo o líder do Irã, os Estados Unidos e seus aliados “utilizam a arma química como um pretexto e dizem que desejam intervir por razões humanitárias”.

Khamenei é o principal apoio na região do presidente sírio Bashar al-Assad.

Na última quarta-feira (4), a revista alemã Der Spiegel revelou que os serviços secretos da Alemanha consideram que o regime sírio é o responsável pelo ataque com armas químicas no dia 21 de agosto, na região de Damasco, mas o grande número de óbitos seria resultado de um erro de dosagem.

Leia também:  Homem é encontrado degolado e com as mãos atadas em cachoeira do MS
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.